Número total de visualizações de página

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Os nós

Há uma altura para acreditar
No mundo à nossa volta.
Depois, a vida
Vai-nos roubando um certo olhar
De criança encantada.
Os anos passam,
Vem a desconfiança
Vêm filhos e vêm netos.
Que reproduzem aquele olhar
Crédulo e encantado,
Cheio de confiança em nós.
Mas nós envelhecemos
E já não temos
Senão os nós
Da vida que tecemos.


Helena

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Carnaval

Nunca gostei do Carnaval
Nem de gente mascarada.
Gosto de gente normal,
Que anda de cara lavada.
Quando a gente se mascara
Para mostrar o que não é,
Esquece que a máscara
Só disfarça o que está fora
E não aquilo que se é!

Helena

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Destino

Destino traça-se
Ou constrói-se?
Está marcado
Ou deixa margem
À criação de cada um?
O meu, tracei-o eu.
O teu, como foi?
Traçado ou aceite,
O destino é,
Sempre, sonhado
Para a caminhada
De cada um.

Helena

Família

Família, a minha,
A tua,
Que fizemos.
Eu, contigo.
Tu, comigo.
E que traz nela
A mistura
Tua e minha,
Única,
Nossa.
Mesmo que não existamos,
Estamos,
Nela.
Na família
Que construímos
Tu comigo.
Eu contigo!

Helena