Número total de visualizações de página

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Deus


Porque é que uns nascem ricos
E outros nascem tão pobres?
Porque é que uns nascem bonitos
E outros nascem tão feios?
Porque é que uns são inteligentes
E outros o são tão pouco?
Porquê?
Porque o mundo não é justo,
Nem nós somos iguais.
Porque só Deus destina
Quem tem menos
E quem tem mais!

Helena

1 comentário:

  1. é tanta a variabilidade
    a variação
    que não me atrevo por interrogações

    sinto que vai muito do eu
    da vontade do eu
    mas não sei onde está a fonte do eu

    acredito num Deus que não existe
    às vezes acredito em mim
    às vezes não acredito em mim
    às vezes perdido
    às vezes achado
    quem se ache que se ache um eu
    que seja nisso um eu inteiro
    como ser inteiro no incremental
    de ir achando o eu banal
    que assoma que a passo se faz
    se tenta fazer para lá de fazer
    o eu que é que tenta ser
    o eu de sentir e nisso estar

    Pedro

    ResponderEliminar