Número total de visualizações de página

sábado, 12 de dezembro de 2009

Nunca soube a razão
De ser alegre.
Por não dar tempo à tristeza,
Habituei-me à alegria
E àquilo que ela gera.
Bom dia, boa noite,
Boa tarde, até.
Um sorriso, uma certeza,
De que a vida é, para mim,
Sobretudo,
Uma questão de fé!

Helena

2 comentários:

  1. o tempo é
    o que é
    o tempo
    de ser
    descoberta
    trânsito
    travessia
    que o tempo é
    viagem
    poesia

    ResponderEliminar