Número total de visualizações de página

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Gente

Lá vai ela,
Loira e velha,
A pensar que é menina.
O cabelo platinado,
Esconde os brancos.
O vestido, curto,
Mostra os joelhos.
Os saltos altos, o joanete.
Mas não há
Quem lhe diga,
Que a idade, não mente?
Que o encanto,
É o contrário
Daquilo que ela sente?
Mas não há
Quem lhe diga
Que, naquela idade,
Só a mente
Faz a gente ?

Helena

2 comentários:

  1. um espelho não mente
    mostra o que os olhos vêem
    o que a mente sente

    Pedro

    ResponderEliminar
  2. Helena

    Deixe-me dar-lhe os parabéns por este poema.Li(e)li com riso.Valeu mesmo!

    ResponderEliminar