Número total de visualizações de página

sábado, 31 de julho de 2010

Calor

Com calor desespero.
Com frio retempero.
Na contradição da vida,
O teu calor estimula
E a tua frieza destrói.
Mas eu quero o frio
E quero também o calor.
Teus.
Quero-te,
Quero-me.
Intensos,
Quentes ou frios
Seremos sempre nós!

Helena

7 comentários:

  1. Após leitura do livro Coisas que sei...ou julgo saber, que tanto prazer me deu,passei por aqui e inscrevi-me.
    Espero fazer parte presente deste cantinho agradável,até porque a minha vida assim o permite.
    A si agradeço a sua escrita,a forma de estar e de ser que tanto estímulo,prazer e companhia me têm feito.

    Mónica

    ResponderEliminar
  2. Mónica bem haja pelas suas palavras!
    Pedro que dizer de si, o mais fiel dos fieis?!

    ResponderEliminar
  3. Obrigada...

    Ontem corri à Bertrand,para comprar uma das suas sugestões,As velas ardem até ao fim,estava esgotado,confesso que fiquei desiludida...já está encomendado,conto para a semana tê-lo.

    um bom dia repleto de sol para todos os que partilham este cantinho...vindo de um cantinho não menos bonito...Peniche.

    Mónica

    ResponderEliminar
  4. Por maneira de ser,pelas vivências que tive,por muitos factores,que agora não importam,passo muito tempo a ler,pensar,escrever.
    Encontrei este cantinho,que me parece acolhedor...apetece-me passar por aqui,partilhar,conviver,conhecer,trocar ideias se possível fôr.
    Tenho consciência que sei pouco...mas viver é aprender...não quero de forma alguma ultrapassar ou tirar protagonismo a ninguém.
    Sou uma pessoa simples,que por opção,vive no seu mundo mas que adora aprender,partilhar... tudo se torna mais fácil quando se trata de desconhecidos...
    A si,Helena,peço desculpa,porque tenho um Português muito pobre,no entanto é o melhor veículo que tenho para exprimir o me vai na alma...

    Mónica

    ResponderEliminar
  5. Atrevo-me a partilhar aqui algo que escrevi ontem...

    Gostar de alguém é querer bem
    é querer ver sorrir
    é pensar no seu bem estar em detrimento do próximo
    é amar no silêncio
    é desejar sem poder
    é ter vontade do que não se pode
    é sonhar
    é um pensamento constante
    um querer estar...

    Mónica

    ResponderEliminar