Número total de visualizações de página

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

É assim

Queria escrever-te cartas
Todos os dias.
Mostrar-me,
Desnudar-me,
Para que me conhecesses
Melhor.
Mas tu não gostas de cartas.
Só de gestos
De carícias
De beijos
Rápidos.
Sem saberes quem eu sou,
Ou como sou.
Tu tens pressa,
Eu não te interesso.
Tu não me vês
Nem me escutas,
Não sabes quem sou.
É assim que tu gostas
De mim!

Helena


3 comentários:

  1. Gosto de cartas. Guardo cartas de 1800... de pessoas que não conheci mas, de quem sei a história.
    Cartas de amor, cartas de amigos, cartas da minha avó... cartas. Chego a escrever cartas que, nunca serão lidas pelos destinatários. No meu blog tenho publicado algumas. Gosto de as receber, também.
    Gostei muito desta carta sua. Magoada, bonita, terna.
    Beijo
    Maria

    ResponderEliminar
  2. Cara Maria
    Retrata tantos amores de hoje em dia. Rápidos, consumíveis, sem história!
    Bjo

    ResponderEliminar
  3. a cada carta
    uma letra
    digo-te
    que letra
    a cada carta

    ResponderEliminar