Número total de visualizações de página

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

O fim!

Vinhas sereno, tranquilo
Para me dizer "acabou".
Eu nervosa, não percebi
Que já te havia perdido.
Foi uma luta desigual
Eu, debulhada em lágrimas,
Tu, frio, intelectual,
A explicares os meus erros
Passados e
As falhas mais recentes.
Eu, debulhada em lágrimas,
A tentar agarrar aquilo
Que já não era meu
Tu, frio, gelado
a dizeres... "morreu"!

Helena


3 comentários:

  1. morreu
    amor
    o amor
    morreu
    se morreu
    amor
    que amor
    nasceu

    ResponderEliminar
  2. Helena
    Desculpe o atrevimento.


    Se o amor que sentimos
    Continua a fazer-nos bater o coração,
    Que importa que para o outro seja o fim
    Se para nós, não?
    Se ainda choramos e sorrimos
    Lembrando esse tempo tão feliz,
    Esse amor ainda vive
    E vivendo, revive
    Nunca nos deixa sós.
    O amor que foi dos dois
    Fica só para nós.
    Fica a saudade e a recordação
    Tudo no coração. E assim
    O amor, a ternura, a paixão
    Nunca terão um Fim.

    Volto a pedir-lhe perdão pela ousadia.
    Beijo
    Maria

    ResponderEliminar